A Maldição do Bode e o Pesadelo do Chicago Cubs

Entre 1909 e 2016, o time de baseball Chicaco Cubs viveu a maior seca de títulos da história dos esportes americano e o responsável… Foi um bode.

Embora a paixão seja o sentimento mais forte de um torcedor, o desejo pelas vitórias e conquistas são combustíveis essenciais para alimentar a felicidade de quem acompanha equipes esportivas. Contudo, sabemos que é impossível estar por cima sempre, pois as derrotas fazem parte do esporte, assim como os jejuns de títulos.

No entanto, nem mesmo o mais pessimista torcedor do Chicago Cubs, equipe de baseball que disputa a MLB (Major League Baseball) imaginou passar tanto tempo sem ter o gosto de comemorar uma conquista. Após o back-to-back (dois títulos em sequência) da World Series em 1907 e 1908, o tradicional time de baseball da cidade — que um dia viria a ter Michael Jordan no Bulls — viveu um pesadelo que parecia não ter fim.

Foram 108 anos sem vencer a maior competição de baseball do planeta. Sim, é isso mesmo que você acabou de ler. Por mais de um século, gerações de torcedores do Cubs viveram sem presenciar um título de sua equipe do coração. Nesse meio tempo, o drama ganhou ainda mais peso com um caso peculiar, ocorrido em 1945, quando um bode tornou-se o protagonista da maior seca esportiva da história dos Estados Unidos.

Sem estádios para velhos bodes

Em 1945, o Cubs estava prestes a quebrar o jejum que pendurava por longos 37 anos. A equipe conseguiu avançar para a World Series. Com duas vitórias nos três primeiros jogos da série, diante de seu rival Detroit Tigers. Entretanto, antes do Jogo 4 começar no Wrigley Field (estádio do Cubs), algo peculiar aconteceu nas arquibancadas. Dois pagantes, William Sianis — dono de um bar chamado Billy Goat Tavern — e seu bode, Murphy, foram expulsos da partida.

William e Murphy eram fãs assíduos do Cubs, mas o forte odor de Murphy não era nenhum pouco agradável para quem assistia os jogos ao lado da dupla. As constantes reclamações chegaram até o proprietário do estádio, que teve que retirar o dono da taverna e seu bode de estimação.

Revoltado, William irritou-se com a situação e lançou uma maldição contra o Cubs em um telegrama, enviado para o proprietário da equipe, Philip K. Wrigley. Segundo a família de Sianis, o telegrama dizia: “Vocês irão perder essa World Series e nunca irão vencer outra World Series novamente. Vocês nunca irão vencer novamente uma World Series novamente pois insultaram meu bode.”

Ainda em 1945, o Tigers virou a série em 4-3, vencendo o Jogo 7 no Wrigley Field, de forma dramática para os 41 mil torcedores presentes. Desta forma iniciou-se a famosa Maldição de Billy Goat.

A Maldição de Wrigley Field

Ao longo de décadas, o azar esteve constantemente presente na vida da franquia de Chicago. Os episódios são os mais surreais possíveis e tentarei abordar todos rapidamente numa mini linha cronológica. Pois bem, aqui vou eu:

  • Em 1969, em um jogo decisivo contra o New York Mets, um gato preto cruzou o capitão do Cubs, Ron Santo, que iria rebater. Resultado: o Mets virou a série e ganhou a World Series daquele ano.
  • Em 1984, no Jogo 5 da pós-temporada contra o San Diego Padres, Leon Durham deixou uma bola rasteira escapar de suas luvas — supostamente molhadas — e entre suas pernas, na sétima entrada. Resultado: o Padres venceu o jogo e a série.
  • Ainda em 1984, o ex-jogador do Cubs, Bill Buckner, cometeu um dos maiores erros da história do baseball. Atuando pelo Boston Red Sox, que também vivia uma seca — a Maldição do Bambino — vencia a World Series contra o Mets por 3 a 2.

No entanto, Buckner deixou uma bola passar entre suas pernas na primeira base. Após o jogo, descobriram que o jogador estava usando uma luva do Cubs debaixo de sua luva do Red Sox. Resultado: o Mets empatou e virou a série, sendo campeão da World Series.

  • Em 2003, no Jogo 6 da Liga Nacional, o Cubs liderava a série por 3 a 2 contra o Miami Marlins, quando algo inacreditável aconteceu. Moisés Alou, do Cubs, tentou pegar a rebatida, mas foi impedido por Steve Bartman, um torcedor do próprio Cubs.

Se Alou pegasse a bola, a equipe de Chicago ficaria à 4 eliminações da World Series. Resultado: o Marlins virou a partida e venceu a série.

  • Por fim, em 2015, o algoz da vez era ninguém menos do que o jogador Daniel Murphy, do Mets, xará do bode de William Sianis. Os fãs do Mets fizeram inúmeras piadas com esta coincidência, porém, as piadas chegariam ao fim no ano seguinte.

A Missão Impossível do Cubs

No fim das contas, a paixão de Sianis falou mais alto. Antes de falecer, em 1970, o fanático torcedor tentou “reverter” a sua própria maldição e seu sobrinho, Sam Sianis, deu continuidade ao trabalho do tio indo com um bode diversas vezes ao estádio. Porém, as inúmeras tentativas não tiveram êxito.

Nem mesmo o ano do bode no horóscopo chinês, em 2003, trouxe a World Series para Chicago. Dessa forma, as mais bizarras tentativas de “quebra” da maldição surgiram, desde um bode pendurado na estátua de Harry Caray — lendário locutor de baseball — até água benta jogada por um sacerdote no banco de reservas da equipe.

Apesar disso, para a surpresa do mundo esportivo, a seca de títulos enfim terminou. Na temporada de 2016, com 103 vitórias e 58 derrotas, o Chicago Cubs voltou a fazer história derrotando o Cleveland Indians numa virada épica, transformando uma desvantagem de 1-3 em um 4-3. O Jogo 7, que tinha tudo para ser mais um famigerado capítulo do jejum, foi vencido por 8-7 em 10 entradas.

A madrugada de 3 de novembro de 2016 entrou para a história da franquia, da cidade e do esporte. Chegou ao fim o maior pesadelo que um torcedor pode viver da maneira mais épica possível. Acredito que William e Murphy ficariam extremamente orgulhosos disso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: