O ‘veto’ de Chris Paul

Quando há a formação de novas ‘panelas’ em times da NBA por conta de trocas bombásticas, como o Golden State Warriors de 2016 a 2019 e até o Brooklyn Nets pós-troca de James Harden, muitos fãs da maior liga de basquete mundial, sobretudo do Los Angeles Lakers, usam a justificativa de que essa formação é injusta porque “a NBA vetou a ida de Chris Paul aos Lakers”. Mas de onde isso veio?

Assim, vou aproveitar a oportunidade para contar toda essa confusão, que impactou o futuro de várias franquias ao longo da última década. Vem comigo!


Contexto

Na temporada 2010/11, George Shinn, então dono do New Orleans Hornets — que só viraria New Orleans Pelicans em 2013 —, resolveu vender sua franquia, prática comum ao longo da história. No entanto, houve uma surpresa quanto a sua nova dona: era a própria NBA, com a alegação de temer que o novo dono saísse de New Orleans a fim de buscar outra cidade mais atrativa, algo que a liga não queria.

Assim, David Stern, comissário da NBA à época, tinha o direito de fazer as mesmas coisas que qualquer outro dono de uma franquia da liga poderia fazer, incluindo o envolvimento em futuras negociações dos Hornets. Guarde essa informação para o decorrer do texto.

David Stern, ex-comissário da NBA. Foto: Jornal Cruzeiro do Sul

A troca bombástica

Aproveitando o retorno da liberação de negociações após o término da greve dos proprietários da liga em 2011, os Lakers chocaram o universo do basquete ao anunciarem que estava adquirindo Chris Paul, uma super estrela da liga, em uma troca tripla que também envolvia o Houston Rockets.

Nessa troca, Houston ganhava o pivô Pau Gasol e New Orleans ganhava Kevin Martin, Luis Scola, Goran Dragic, Lamar Odom e uma escolha de primeiro round para um Draft futuro. A troca parecia interessante para os Rockets, que teriam uma boa reposição para o recém-aposentado Yao Ming, e muito boa para os Hornets, que ganhariam um bom pacote, capaz de manter a equipe jogando em alto nível.

Apesar disso, o LA Lakers parecia ser o grande favorecido da troca. Apesar de ceder Odom e Gasol no negócio, o que era considerado muita coisa pelo CP3, que tinha apenas mais um ano de contrato, a negociação também abria margem para a vinda do pivô Dwight Howard para LA, que na época era o melhor jogador da posição na liga.

Foto: OpenCourt-Basketball

O ‘veto’

A formação de mais um Big Three na liga passou a preocupar os adversários, pois o trio formado por Kobe Bryant, Chris Paul e Dwight Howard era ainda mais forte que LeBron James, Dwayne Wade e Chris Bosh, do Miami Heat, e Paul Pierce, Kevin Garnett e Ray Allen, do Boston Celtics, o que sugeria a tendência de um desequilíbrio eminente da NBA, tal qual aconteceria anos depois com a ida de Kevin Durant ao Golden State Warriors.

Visto isso, donos de franquias como Mark Cuban, do Dallas Mavericks, e Dan Gilbert, do Cleveland Cavaliers, passaram a pressionar David Stern a fim de que ele, como dono dos Hornets, vetasse a negociação por conta da violência ao mercado que isso geraria.

Jamais saberemos se Stern, falecido em 2020, levou o apelo dos donos em consideração, mas fato é que ele vetou a negociação e, dias depois, trocou o mesmo Chris Paul para o Los Angeles Clippers, em troca de Eric Gordon, Chris Kaman, Al-Farouq Aminu e uma pick de primeiro round que seria usada para recrutar Austin Rivers.

Foto: New York Knicks Memes

O negócio foi extremamente contestado à época, já que a primeira troca seria muito mais benéfica a New Orleans a curto prazo. Como resultado da troca, o New Orleans Hornets foi o pior time da Conferência Oeste, com 21 vitórias e 45 derrotas, e o Los Angeles Lakers perdeu Odom e Gasol, sem clima pra ficar em LA após toda essa situação, por trocas de menor valor no futuro. Muito por isso, os Lakers não conseguiram mais serem competitivos com o Kobe.


Conclusão

Mesmo com tudo que falei anteriormente, a jogada de David Stern para o futuro da franquia com toda essa bagunça não foi ruim, e eu explico o porquê. O time a curto prazo se enfraqueceu vertiginosamente, a ponto de ir à loteria do Draft, conseguir a pick 1 e recrutar Anthony Davis ao final daquela temporada.

AD é o maior jogador que já jogou por New Orleans desde que CP3 foi para os Clippers. No entanto, por outras razões, os novos administradores dos Hornets/Pelicans não foram capazes de montar equipes competitivas ao redor da superestrela, o que acabou resultando na troca de Davis ao próprio LA Lakers, em 2019.

Contudo, devemos pensar que mesmo podendo ter um bom time caso a troca com os Lakers fosse concretizada, os Hornets ainda assim não teriam condições técnicas de brigar com os grandes times do Oeste à época, como o San Antonio Spurs, de Tim Duncan, o Oklahoma City Thunder, do jovem Kevin Durant, e o próprio LA Lakers, que formaria um belo Big Three.

Assim, independente de haver interferência dos donos ou não — David Stern sempre negou que essa interferência tenha de fato ocorrido, até porque os donos estão sempre cobrando coisas dos comissários e nem por isso todas elas são atendidas —, o dono da franquia naquele momento resolveu arriscar e colheu bons frutos com os oito anos de Anthony Davis.

Fotos: Sportskeeda

Eu, que escrevo esse texto, acredito mais nessa última hipótese. Stern foi uma das pessoas que mais contribuíram para que a NBA chegasse no patamar que está hoje, e depois de décadas à frente da comissão da liga, não acho que ele colocaria toda sua reputação a perder para deixar de ver um grande time em quadra, que sempre vai atrair muito mais visibilidade que os times mais modestos.

Imagine a audiência que a NBA não receberia ao ter anos de Kobe x LeBron nas Finais. Os dois melhores jogadores da liga, com seus trios impiedosos, disputando uma série de 7 partidas para coroar o melhor deles no final. Eu acredito que um homem tão experiente jamais abriria mão de um evento tão grande e lucrativo só para agradar interesse de A ou B.


Depois de tudo posto à mesa, qual conclusão você tirou desse caso? Acha que, como eu, a decisão foi por ganho esportivo ou acha que os donos interferiram diretamente no negócio? Deixe nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: