O dia em que Dennis Rodman tentou tirar sua vida em frente ao The Palace


AVISO: A seguir, falarei sobre Rodman e sua tentativa de suicídio, o que pode ser um gatilho para milhares de pessoas que sofrem com problemas pessoais e psicológicos. Portanto, caso você seja uma pessoa que possa apresentar reações negativas a isso, pule este texto.

Temos várias matérias sobre basquete aqui no Fora, e acreditamos que, para você, será muito melhor ir atrás de algo mais leve. Basta ir na página principal do blog, clicar em ‘Basquete’ e escolher algo que você se identifique.


Dennis Rodman, nome muito famoso entre os fãs de basquete, foi um grande jogador que teve destaque em duas equipes rivais — o Detroit Pistons e o Chicago Bulls —, chegando a ser campeão da liga pelos dois. Dennis era uma pessoa complexa e que tinha vários problemas fora das quadras, e é sobre um deles que falaremos neste texto.

Em 1993, os Pistons já não eram os mesmos do final da década de 80 e do início da década de 90, era em que o time acumulou cinco idas à final de conferência em sequência, chegando à final três vezes e conquistando o título em duas (1989 e 1990). O time vinha de muitas trocas e com muitos medalhões se aposentando, e isso feriu bastante a cabeça de Rodman.

Com isso, o técnico Chuck Daly saiu da equipe em 1992. Chuck foi uma figura muito importante para a vida de Dennis, já que o mesmo o considerava como um pai que nunca teve e que nunca desistiu do potencial do jovem jogador, o considerando antes mesmo de jogadores já consagrados no elenco.

O sentimento de Rodman era de uma família destruída, principalmente por entender que aquele time era baseado em ‘todos juntos em busca do objetivo maior’, sem medo de repercussões e arriscando suas carreiras para ficarem marcados em uma cidade.

Isso foi criado devido a Isiah Thomas ter defendido e assumido toda a culpa por conta de uma declaração polêmica de Dennis após a derrota na final de conferência de 1987, contra o Celtics de Larry Bird. Ele havia dito que se Bird fosse um jogador negro, o mesmo seria apenas mais um na liga.

Isso não foi gravado pelos jornalistas, apesar de todos escutarem e buscarem Isiah para uma resposta. Com isso, ele repete a frase dita por Rodman, o que gera uma confusão no início das finais da liga em 1987, criando a necessidade de uma coletiva com Larry Bird e Isiah Thomas para dar um fim à polêmica.

Coletiva entre Larry e Isiah. Foto: Viral Hoops

Rodman viu como Isiah foi tratado pela mídia e o defendeu como pôde, arriscando sua carreira de All-Star e até mesmo uma futura convocação para o Dream Team de 1992, nos Jogos Olímpicos de Barcelona. O jovem, que estava apenas em seu segundo ano na NBA, entendeu o que era ser um Bad Boy de Detroit, e depois disso sua carreira teve um sucesso astronômico.

Mas em 1993 nada corria bem, nem para os jogadores e nem para os dirigentes da equipe. Dennis começou a ficar ainda mais irritado nas partidas em que jogava, apesar de uma incrível evolução corporal que poderia criar uma nova era ao redor do mesmo, o que acabou não ocorrendo.

Rodman, com 32 anos de idade, estava pronto para encerrar sua vida em frente ao The Palace of Auburn Hills, a mais importante arena de basquete da cidade de Detroit, lugar que o mesmo chamava de lar após vencer 2 campeonatos. Estava com uma escopeta em seu carro, após ter deixado um bilhete em sua casa.

Dennis pensava nas coisas e em como seu coração estava partido por ter perdido uma família que nunca teve. Pensava nos problemas que passou em sua infância, crescendo com sua mãe solteira e com suas duas irmãs; pensava no dia em que sua mãe o tirou de casa; e também pensava no racismo que sofreu quando vivia em Oklahoma durante seus anos de faculdade.

Dennis então decide ligar o rádio e ficar observando a entrada do The Palace, mas começou a escutar ‘Even Flow’ e ‘Black’, produzidas pela banda Pearl Jam, e felizmente caiu no sono.

No dia seguinte, Rodman foi acordado pelos policiais e pela diretoria da equipe, que o levaram para a delegacia e para sua casa em seguida. A mídia estava preocupada e perguntava se o mesmo estava bem, e Dennis dizia que sim, mas não convencia. Chuck Daly apareceu para dar suporte, junto com Joe Dumars e com o próprio Isiah Thomas, que se emociona até hoje quando fala sobre esse assunto.

Sem clima, Dennis foi trocado para o San Antonio Spurs depois de um tempo, onde construiu uma nova fase na sua vida e na sua carreira. Ele decidiu descolorir o cabelo pela primeira vez, pouco antes de sua estreia pelo time texano. Se transformou em um nome polêmico mas muito importante para o Chicago Bulls a partir de 1995, onde venceu 3 campeonatos seguidos jogando com os antigos rivais Michael Jordan e Scottie Pippen.

O loiro Dennis em quadra, contra seu ex-time. Foto: Air Alamo

Dennis Rodman é um ídolo no basquete para muitos, se transformou em um Hall of Famer da NBA. Homens como ele são poucos e ajudaram muitas pessoas a entender seu sentido e propósito na vida, apesar de ser uma figura tão única e controversa. Seu modo diferenciado de jogar demonstrou o quanto um aspecto de jogo pode ser tão importante no resultado de uma partida.

Há um documentário sobre ele — 30 for 30: Dennis Rodman, For Better or Worse —, produzido pela ESPN, em que apresentam mais detalhes sobre essa difícil fase da vida de Dennis. Outra curiosidade é que ele também inspirou o criador do mangá ‘Slam Dunk’, Takehiko Inoue, a moldar o personagem Sakuragi Hanamichi.

É muito importante falar sobre a saúde mental dos jogadores e entender todo o passado dos mesmos. Dennis é apenas um exemplo de uma história esportiva que deu certo, mas que poderia ter dado muito errado.

Um comentário em “O dia em que Dennis Rodman tentou tirar sua vida em frente ao The Palace

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: