Hanamichi e Tsubasa, A Influência do Mangá para o Esporte Japonês

No Japão, a cultura do mangá é muito forte e também popular em todo o mundo, mas antes de ser ilustrações mais focadas ao público jovem, é uma arte que nos conta histórias e inspira milhares de pessoas. Com diversos gêneros populares e com muitas revistas focadas para os capítulos dos mesmos, o gênero esportivo passou a ser muito popular e ajudou a crescer demais a cultura dos esportes na Terra do Sol Nascente.

O Japão sediou as Olímpiadas em 1964, depois, a Copa do Mundo de 2002 e agora, as Olímpiadas de 2020 (adiada para 2021 devido à pandemia), mas, apesar disso, nunca foi uma grande potência em esportes globalizados como o Basquete e o Futebol. O país asiático tem como o esporte mais popular o Beisebol, introduzido em 1872 por americanos e que ficou mais popularizado com visitas de grandes jogadores, como o lendário Babe Ruth.

Tsubasa, O Primeiro Herói do Futebol Japonês

Em 1981, mesmo ano em que o Flamengo liderado por Zico conquistou o Mundo em Tóquio, o mangaka Yōichi Takahashi criou, com apoio da JFA (Associação de Futebol do Japão), o “Captain Tsubasa” com seu personagem principal sendo Tsubasa Ohzora (ou Oliver Tsubasa para os brasileiros). O mangá fez sucesso e rapidamente teve suas adaptações para animação que contava com Tsubasa sonhando em vencer a Copa do Mundo para o Japão; além disso, o encerramento do programa televisionado ainda incluía imagens de crianças jogando por suas escolas, o que ajudou ainda mais o incentivo ao futebol no país.

Tsubasa virou um dos heróis da famosa revista “Shonen Jump” e teve diversas versões, sendo a mais nova a de 2018 por conta da Copa do Mundo na Rússia, onde o Japão acabou perdendo para a Bélgica nas Oitavas de Final. Pelo apoio da JFA, aconteceu da versão mais popular no Brasil, transmitida pela Manchete, “Captain Tsubasa J”, ser cancelada devido ao Japão não conseguir chegar a Copa de 1994, com isso, uma das versões mais populares mundialmente acaba não tendo um final.

Em 2002, a Copa foi sediada pela Coréia do Sul e pelo Japão, o que ajudou a fazer com que “Captain Tsubasa, Road to 2002” ser extremamente popular mundialmente contendo uma versão que dá mais ênfase à Tsubasa e seus companheiros (“A Geração de Ouro”) vencendo a Copa De Juniores na França, além de mostrar Tsubasa chegando ao Barcelona, equipe de Rivaldo na época.

Em 2016, no encerramento das Olímpiadas no Rio de Janeiro, Tsubasa faz sua aparição para demonstrar o futebol nos Jogos de 2020 em Tóquio, demonstrando seu impacto ao futebol japonês que tem 3 divisões profissionais com uma das ligas mais competitivas e bem globalizadas de todo o mundo. Tsubasa também influenciou diversos jogadores como Andrés Iniesta e Fernando Torres, ambos vencedores da Copa do Mundo.

Hanamichi, O Simbolismo do Esporte

“Slam Dunk” é um dos melhores mangás de esporte de todos os tempos. As artes e a história criada por Takehiko Inoue demonstram como ele consegue mesclar os movimentos do basquete, o drama e o amor ao esporte, tudo ao mesmo tempo, de forma clara e subjetiva.

O personagem Sakuragi Hanamichi é uma definição de que o esporte muda as pessoas. Antes de conhecer o basquete, o personagem era um “arruaceiro” que adorava brigar e tinha em seu recorde mais de 50 “tocos” de meninas no Ensino Fundamental; isso até conhecer Haruko Akagi, sua “crush”, que o faz jogar Basquete. Apesar de jogar apenas para agradar a menina, Sakuragi com o tempo vai amando o jogo e criando diversas rivalidades, até mesmo com companheiros de equipes.

O mangá inspirou muitas crianças em todo o Japão e ainda ajudou para que a NBA mande jogos para a Terra do Sol Nascente, que hoje conta com um grande jogador chamado Rui Hachimura. Apesar de não ser o primeiro mangá de Basquete, “Slam Dunk” tinha referências diretas a jogadores históricos e ainda ajudava o público como o esporte funcionava e sua regras, além de apresentar arcos emocionantes que demonstram como treinadores mudam o modo de ver a vida das pessoas.

Novos Ícones, Novas Histórias

Com a popularização do gênero esportivo e de diversos esportes devido a mais uma Olímpiada sediava pelo Japão, a esperança do esporte japonês continua a se manter com mangás como “Haikyū!!”,”Kuroko no Basket” e “Yuri!! on Ice”, além também das animações famosas do Boxe como “Hajime no Ippo” e “Ashita no Joe”, e o popular mangá de tênis “The Prince of Tennis”.

As histórias ajudam as crianças a se empolgarem com os esportes além de idolatrarem grandes ícones esportivos japoneses, tanto que os campeonatos entre escolas é extremamente popular no país, o que torna o esporte ainda mais rentável.

Muitos atletas japoneses já admitiram serem inspirados por personagens dessas animações e muitos ainda copiavam estilos de cabelo ou até mesmo o modo de jogo dos astros dos quadrinhos japoneses. Um dos maiores exemplos é o Shohei Ohtani, uma das grandes estrelas dessa nova MLB (Liga de Beisebol Americana), que fora inspirado por Goro Shigeno do mangá “Major”.

Quem sabe um dia teremos o Japão conquistando o mundo graças ao incentivo inicial de Tsubasa, ou até mesmo uma medalha de ouro olímpica para o basquete japonês inspirado por Hanamichi e companhia? Basta assistirmos e também nos inspirarmos nessas histórias para nossas vidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: