Coluna do Meros Boleiros: A Red Bull no mundo do futebol

Não é mistério para ninguém que a Red Bull possui investimentos em equipes esportivas. Afinal, com 30% de sua verba realocada para projetos esportivos, a Red Bull tem verba o suficiente para patrocinar eventos de downhill, ter suas equipes na Fórmula 1 (Toro Rosso e RBR) e obviamente investir no futebol, que é o tema do texto de hoje. Veremos a seguir todas as equipes da Red Bull espalhadas ao redor do globo e sua história pré e pós-parceria.


América do Norte

New York Red Bulls (EUA)

Foto: Mike Stobe/Getty Images

Segundo time “mais velho” dos Red Bulls, o New York Red Bulls nunca ganhou um título de MLS, mas ganhou 3 Supporters’ Shield (2013, 2015 e 2018), um trófeu dado para o time com a melhor campanha da temporada regular. Na MLS, chegou mais perto de um título em 2008, perdendo a MLS Cup para o Columbus Crew por 3×1.

O NYRB já teve grandes jogadores vestindo sua camisa, casos do australiano Tim Cahill, o mexicano Rafael Marquez, Juninho Pernambucano e Thierry Henry, que por sinal se aposentou por lá em 2014. Mesmo com tantos nomes famosos que passaram por lá, o maior artilheiro da história do New York é Bradley Wright-Phillips, filho de Ian Wright. Por lá, Bradley fez 126 gols em 6 anos.


América do Sul

Red Bull Brasil (Brasil)

Foto: LANCE!


O Red Bull Brasil foi o primeiro investimento da Red Bull na América do Sul e consequentemente aqui no Brasil, mas foi um projeto que não deu muito certo. A equipe não conseguiu alcançar o sucesso esperado pela Red Bull, que acabou adquirindo o Bragantino (próximo clube da lista) com a intenção de alcançar mais rapidamente o sucesso no cenário continental e que tem dado certo.

Atualmente, o RB Brasil disputa a Série A2 do Paulistão com um elenco sub-23.

Red Bull Bragantino (Brasil)

Foto: ISTOÉ Independente


Depois de uma negociação fracassada com o Oeste, também de São Paulo, a Red Bull conseguiu adquirir o Bragantino. O Braga é o caso de ascensão mais rápido de uma equipe da Red Bull, mesmo sem esquecer que ele estava “melhor colocado” que os seus co-irmãos no ínicio da parceria. Após a conquista da Série B de 2019, o Braga usou o Brasileirão 2020 para se classificar para a Sul-Americana de 2021 e conseguiu chegar a final da mesma, decidindo o título dia 20 de novembro contra o Athletico-PR.

O Braga em quase 3 anos passou da segunda divisão para uma final continental, sendo a primeira equipe da Red Bull a conquistar esse feito, até mesmo antes do RB Leipzig. Figurando no G6 desse Brasileirão a um bom tempo, o Bragantino tem um grande potencial para explorar no cenário sul-americano, sendo sua possível próxima etapa a Libertadores.


Europa


Red Bull Salzburg (Áustria)

Foto: Sebastian Widmann/Bongarts/Getty Images


Por mais que não seja tão relevante no cenário internacional, não se pode negar que o Salzburg é um caso de sucesso da Red Bull no futebol. A parceria começou em 2005 e de lá pra cá a equipe possui uma dinastia sobre o futebol austríaco. Dos 15 títulos do campeonato austríaco, 12 ocorreram após o ínicio da parceria 16 anos atrás. Além disso, desde 2011/12 até hoje, o Salzburg só não ganhou a copa nacional de 2012/13, conquistando-a em todos os outros anos. Nessa temporada, a equipe se mantém com folga no topo da Bundesliga austríaca e continua viva na Copa, que atualmente está nas oitavas de final.

Em cenário internacional, o Salzburg é presença quase garantida na Champions League, por mais que não consiga ir muito longe na UCL. Seu maior sucesso foi na Europa League de 2017/18, chegando até as semifinais mas sendo eliminado pelo Marseille, que viria a perder a final para o Atlético de Madri.

RB Leipzig (Alemanha)

Foto: 90Min


“Primo famoso” da família, o RB Leipzig é o único time da lista que não pode ostentar o nome Red Bull, sendo o nome da equipe na verdade RasenballSport (esporte com bola na grama) Leipzig. A regra do estatuto alemão proíbe que times possuam nomes de empresas em seu nome, exceto em casos onde a empresa é dona do time por mais de 20 anos, caso do Bayer Leverkusen. Além disso, o Leipzig também que fazer alterações no seu escudo, para fazer com que ele não lembre em “nada” a logo da Red Bull.

Dentro de campo, o Leipzig foi a equipe da Red Bull que mais mostrou resultado até agora, mesmo com o Bragantino sendo o primeiro a alcançar uma final continental. A equipe tem presença constante no topo da tabela da Bundesliga e consequentemente na Champions League, mas não conseguiu nenhum título de expressão até agora, ficando em segundo na Bundesliga de 16/17 e 20/21 e chegando até as semifinais da Champions League de 19/20, sendo eliminado pelo Paris Saint-Germain.


Menções honrosas

Red Bull Ghana – Gana (África)


Sendo iniciado como uma academia de futebol, o Red Bull Ghana se tornou em 2010 um time profissional, porém a equipe decepcionou e não conseguiu nem chegar na primeira divisão ganesa. Pelo fracasso como equipe, o projeto se encerrou em 2014 com o Red Bull Ghana voltando a se tornar uma academia e posteriormente se juntando ao West African Football Academy SC, academia do Feyenoord em Gana.

Negociações não avançadas: Brondby (Dinamarca)


Em janeiro de 2020, surgiu uma notícia na imprensa dinamarquesa sobre um possível interesse da Red Bull no Brondby. Era algo que faria sentido, considerando que a equipe possuia um histórico de problemas financeiros recente e o investidor que havia investido no clube em 2014 considerava vender parte das ações para criar um fundo próprio. A ideia do “Red Bull Brondby” porém foi descartada graças a rejeição popular pela parceria, que possivelmente iria modificar a identidade do clube.

Quis o destino que Brondby e Red Bull se encontrassem nos playoffs da Champions League 20/21. Neste caso, quem saiu vitorioso foi o Red Bull Salzburg, se classificando para a fase de grupos com um agregado de 4-2.


E aí, o que achou? Até onde acha que o investimento da Red Bull pode trazer de conquistas para o futebol no mundo? Comente!


Este texto faz parte da coluna mensal do projeto Meros Boleiros. Para ler mais textos do MB, clique aqui para conferir textos especiais sobre futebol e basquete.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: