São Paulo 1×8 Milan: O maior Primeiro de Abril da história do futebol

Em uma excursão ao Velho Continente, o São Paulo protagonizou uma das histórias mais curiosas do futebol brasileiro ao ser “derrotado” pelo Milan por 8 a 1.

Durante metade do século passado, o rádio era o grande veículo de comunicação do Brasil. Por meio dele, milhões de brasileiros ficavam informados com as principais notícias nacionais e internacionais, acompanhavam as radionovelas – que dariam lugar as telenovelas com a chegada da televisão – e, evidentemente, escutavam aos jogos de futebol da seleção brasileira e dos grandes clubes do país.

Dessa maneira, um ano após o traumático ‘Maracanaço’, uma “fake news” surpreendeu e revoltou profundamente os fãs de futebol. O protagonista dessa história foi o São Paulo Futebol Clube que, ao ser superado pelo rival Palmeiras no Campeonato Paulista de 1950, viajou para a Europa em uma excursão com o Bangu, no ano seguinte.

O combinado das duas equipes intercalava os uniformes, sendo assim, o uniforme do time paulista era usado no primeiro tempo e, na segunda etapa, o fardamento da equipe carioca. Com isso, os brasileiros jogaram 13 partidas, com 10 vitórias, 1 empate e apenas duas derrotas.

Contudo, no dia 1 de abril de 1951, a Radio Pan-Americana (atual Jovem Pan) resolveu “brincar” com o coração dos são-paulinos. Em Milão, o Tricolor Paulista encarou o gigante italiano Milan e, para o espanto de todos, a equipe brasileira sofreu uma “Senhora Goleada” – um sonoro 8 a 1.

Era uma tarde de domingo e o Geraldo José de Almeida foi a voz dessa histórica transmissão. No entanto, essa emocionante partida jamais ocorreu de fato. Tratava-se de uma pegadinha de 1º de abril da rádio – que pegou a própria esposa do narrador de surpresa.

Segundo a própria Jovem Pan, a transmissão foi feita da garagem de Paulo Machado de Carvalho Filho (dono da rádio), poucos dias antes do Geraldo embarcar na verdadeira excursão do São Paulo. A gravação teve sonoplastia com gritos da torcida e houve uma “queda de sinal” – algo bem comum na época.

A brincadeira foi feita pela Pan-Americana para comprovar que os demais veículos de comunicação – em especial, jornais – publicavam as mesmas informações que a rádio. Curiosamente, segundo Paulo Machado, a falsa goleada foi capa de diversos jornais no dia seguinte.

Além disso, a repercussão foi tamanha que membros da CBD (atual CBF) e deputados federais enviaram pedidos para que o clube paulista voltasse ao país, pois acreditavam que o futebol brasileiro estava sendo “manchado”.

Restou a rádio anunciar que tudo não passava de uma brincadeira. De acordo com o jornalista Celso Unzelte, o episódio recebeu críticas negativas e positivas pela opinião pública. O caso chegou a ser comparado com a transmissão do fim do mundo de Orson Welles.

“Tive a oportunidade de conversar com o Paulo Machado de Carvalho Filho e segundo ele, a primeira reação dos anunciantes foi de revolta. Chutaram a porta de seu escritório e o chamaram de moleque. Mas com a repercussão positiva mudaram de opinião e queriam até repetir a dose”, revelou Unzelte.

Com isso, foi-se registrada a maior pegadinha esportiva da história do Dia Primeiro de Abril. Resta saber se algum dia veremos algo parecido – mas será bem difícil superar.


Um comentário sobre “São Paulo 1×8 Milan: O maior Primeiro de Abril da história do futebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s