Eileen Sheridan, a míssil que derrubou barreiras

Para esta semana, vamos falar de um nome que marcou a história do ciclismo sendo mesmo um dos maiores de sempre, Eileen Sheridan que entre as obrigações matrimoniais de outros tempos, quebrou recordes e barreiras no mundo do ciclismo.

Numa altura que o ciclismo britânico está em alta, é preciso recordar e falar de uma das maiores de sempre.


Primeiros anos da histórica ciclista

Nascida no dia 18 de outubro de 1923, cedo começou no ciclismo numa era muito mais conservadora. Eileen Sheridan se casou aos 19 anos e foi seu marido que influenciou a começar no ciclismo. Os dois buscavam algo ligado ao desporto para fazer juntos e Eileen, descobrindo a bicicleta que havia recebido no 14° aniversário, acabou influenciando a decisão.

Os dois começaram a praticar e a paixão surgiu, além disso, Sheridan impressionava pela habilidade em cima da bicicleta. Com isso, eles se juntaram ao Coventry Cyclicng Club em 1944, depois que o marido ofereceu uma bicicleta profissional a Eileen Sheridan e não demorou para que ela mostrasse que todo o mundo estava perante um fenómeno do ciclismo.

Na primeira corrida que fez, o organizador pediu a que o marido levasse Sheridan para casa, mas ele recusou e Eileen venceu de uma forma clara. Com isso, na corrida seguinte o mesmo organizador não só colocou Eileen na frente sendo a principal figura, como ainda avisou que ninguém ia ter capacidade para seguir a jovem ciclista.

Com apenas um ano no clube ela conseguiu ser campeã, derrotando todos que estavam no clube que, na altura, era lugar de nomes importantes do ciclismo britânico.

Registos e momentos marcantes

A sua carreira continuou crescendo, sempre a mostrar que seu talento era enorme e isso ficou ainda mais evidente quando, em 1948, se sagrou campeã britânica de contrarrelógio de 25 milhas (40.2 km), sendo a primeira mulher autorizada a competir nos campeonatos.

Eileen Sheridan abalou o mundo do ciclismo, se converteu no primeiro nome feminino a entrar no espaço que era, até então, completamente masculino. Além disso, ela quebrava barreiras e criava registos que, em alguns casos, ainda não foram batidos.

Em 1946 nasceu Clive, seu primeiro filho e isso obrigou que parasse de competir ao mais alto nível. Contudo, cinco meses após o nascimento do seu filho, Sheridan voltou a vencer o contrarrelógio do seu clube.

Já em 1951 ela se profissionalizou ao assinar pela equipe Hercules, um time histórico que se focava em quebrar recordes e em fazer história.

Dos muitos recordes e vitórias, Sheridan triunfou no campeonato britânico de contrarrelógio, acabou levando a que surgisse uma competição feminina, que venceu até deixar de competir.

Ainda no campeonato britânico de best all-rounder em 1949 e 1950, corrida de 12 horas da federação de ciclismo de Yorkshire em 1949 com um recorde nacional de 237, 32 milhas (381.92 km), apenas 4 homens ficaram na sua frente. todos com mais recursos e condições.

Venceu ainda os campeonatos britânicos de 50 milhas (80.46 km) e 100 milhas (160.93 km), mas o maior destaque foram os 21 recordes britânicos que ela quebrou, mais 2 na Irlanda. Alguns destes recordes pertenciam a homens.

Dentre os muitos recordes, cinco ainda não foram batidos, mas existe um muito especial, que apesar das muitas tentativas, nunca foi quebrado. Falo do Londres-Edimburgo que Eileen Sheridan venceu em 1954 com um registo de 20 horas 11 minutos 35 segundos.

Atualmente estamos habituados a alta tecnologia e equipamentos que ajudam a melhorar a performance, Eileen corria com shorts largos de couro de camurça e uma suéter com um bolso na frente, em que levava comida, que consistia na maioria das vezes em: suco de groselha, sopa, açúcar e pernas de frango.

Outros dos detalhes eram as bolhas que Eileen tinha nas mãos, isto porque não havia preenchimento nas barras, apenas um enrolamento de fita áspera que pouco ajudava e não impedia que as bolhas surgissem.


Eileen Sheridan foi uma ciclista corajosa, que quebrou barreiras e que sempre foi modesta, corria por diversão e apesar do estatuto, não teve o reconhecimento que merecia porque estabeleceu um nível muito elevado e que ainda hoje se luta para ser deixado para trás, por isso espero que tenham gostado de ficar a saber mais sobre uma mulher que está na história como uma das melhores de sempre.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s