Sabrina Ionescu: conheça a novata que entrou para a história da WNBA

Sabrina Elaine Ionescu é uma atleta que faz o esporte acontecer. Aos 24 anos de idade, entrou na história da WNBA como a primeira jogadora a fazer um triplo duplo de 30 pontos, isso em seu terceiro ano de liga. É a segunda vez que ela chega nessa faixa, a primeira aos 23 anos, sendo também a mais jovem a bater essa estatística.

Como uma atleta profissional, Ionescu ainda está na largada. Perdeu seu primeiro ano de liga por conta de uma lesão, mas fez seu nome em três jogos, anotando uma partida de 33 pontos, 7 rebotes e 7 assistências. No segundo ano, Sabrina foi discreta, mas ainda assim terminou como a terceira melhor passadora.

Em suma, a armadora do New York Liberty veio à WNBA para revolucionar, mas antes disso, Ionescu já bordava seu nome no basquete universitário, nas ruas de Walnut Creek e no mundo. Entenda como:

Basquete é brincar com bonecas

Foto: Reprodução/Chris Pietsch

Filha de pais romenos, mas nativa de Walnut Creek, Califórnia, Ionescu escolheu seu brinquedo preferido aos três anos de idade; a bola laranja. No fundamental, ela se viu em uma escola sem time de basquete feminino, e pior do que isso, precisou escutar a diretoria lhe mandar brincar com bonecas.

Mas tal qual mostra em jogo, Sabrina fez o esporte acontecer. Ela recrutou sua própria equipe para jogar no fundamental, e quando não estava no piso de madeira, jogava no concreto das quadras de rua. Para a armadora, não existem limitações quando o assunto é basquete. Ela se adapta aos gêneros, as quadras e as modalidades.

Quando chegou na NCAA, Ionescu já era uma estrela do Ensino Médio, ou melhor, a estrela. Pelo basquete de Miramonte, em Orinda, Sabrina tornou-se a líder de todos os tempos em roubos de bola, assistências e triplo duplos, além de colecionar uma infinidade de prêmios individuais. Ela entrou para a universidade de Oregon com o status de melhor atleta de basquete do país, e sua reputação não foi para menos.

Sabrina jogou quatro anos na NCAA, e mesmo que sua última temporada tenha sido interrompida pela pandemia, seu nome se tornou monumental. Ionescu trouxe um título à Oregon, ostentou quase todas as nomeações de melhor jogadora dos EUA e eternizou números de 2.000 pontos, 1.000 assistências e 1.000 rebotes na sua carreira. Sem contar a maior marca de triplos duplos na história do basquete universitário.

Uma autêntica estrela da WNBA

Foto: Reprodução/Sarah Stier

É inevitável comparar talentos da WNBA com as da NBA, mas a habilidade de Ionescu foge de qualquer limiar. Pode-se dizer que ela herda a mentalidade de Kobe Bryant, mentor e amigo, mas o que Sabrina impõe, ela tem desde criança.

Medalhista de ouro no Mundial sub-16, sub-17 e Jogos Pan-Americanos 3×3, Sabrina coloca a bola embaixo do braço como uma líder e produz os mesmos triplo duplos de Russell Westbrook ou bolas de três de Stephen Curry no basquete feminino, mas com a presença que só ela tem no Liberty. Não é cedo para tratá-la como estrela, pois ela já está encabeçando recordes como sempre fez.


Curtiu o texto? Aproveite e também siga o Fora no TwitterFacebook e Instagram!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s