Você sabia? O Nets quase se chamou ‘Dragões do Pântano’

Muito antes de se mudar para Brooklyn, o ex-presidente do Nets cogitou que a franquia novaiorquina virasse os New Jersey Swamp Dragons.


Quando falamos nos anos 90, é muito difícil ter, de imediato, uma visão bem colorida. Afinal, foi uma década marcada por penteados ousados, roupas estilosas e, acima de tudo, cores vibrantes.

Na NBA isso não foi diferente. Franquias como o Toronto Raptors, Memphis Grizzlies e Charlotte Hornets são grandes exemplos de como era estética da época.

Não à toa, produtos como regatas, jaquetas, roupas e bonés dessas franquias se tornaram verdadeiros sucessos comerciais e ultrapassaram a barreira do esporte – e alcançaram os status de símbolos da cultura pop.

Foi nesse contexto que o Brooklyn Nets, até então chamado de New Jersey Nets, tentou trocar seu nome e identidade visual para Swamp Dragons (Dragões do Pântano).

O plano infalível de Jon Spoelstra

Foto: Taylor Glascock/ESPN

A princípio, a ideia de trocar o nome Nets para “Dragões do Pântano” parecia inviável. Campeões da ABA em 1974 e 1976, mas sem o mesmo sucesso na NBA, a franquia era comparada ao New York Mets, que vivia na sombra do Yankees.

No entanto, ainda era a equipe do lendário Julius Erving, que marcou época nos anos 70 e foi o grande herói de outras lendas como Magic Johnson e Michael Jordan.

O presidente do Nets Jon Spoelstra, por outro lado, sempre acreditou que uma mudança radical era essencial para dar vida ao esquecido time de New Jersey.

“Estávamos em último lugar em vendas de merchandising, alguns fabricantes nem faziam mais nossos materiais”, afirmou Spoelstra.

“Dragão surgiu imediatamente, mas precisávamos de algo para identificá-lo localmente”. Sentado em seu escritório, Jon se deparou com o pântano de East Rutherford, cidade que abrigava a equipe.

“Toda vez que penso em pântanos, penso em ratos de pântano. Que tal esse nome?”, perguntou Jon Spoelstra ao Jim Lampariello, vice-presidente do Nets.

Rapidamente, Jim respondeu: “Eu não gosto nenhum pouco disso. E quanto a Dragões do Pântano?”. Entusiasmado, Spoelstra prontamente aprovou a ideia.

As etapas para se tornar Swamp Dragons

Foto: Taylor Glascock/ESPN

Spoelstra decidiu apresentar seu plano para o comissário da NBA, David Stern, que, segundo as palavras do ex-presidente, foi a ideia mais estúpida que já ouviu.

Porém, Stern disse para que Jon tentasse o apoio de todos os sete proprietários do New Jersey Nets, que aprovaram a nova identidade com a promessa de que geraria maior publicidade.

Com a aprovação de todos os sete, restavam duas etapas. A primeira era definir as cores, o logotipo e design da nova quadra. Para isso, a liga gastou 500 mil dólares, que garantiam a proteção do nome e quaisquer marcas produzidas pelo time.

A segunda etapa, contudo, era mais complicada: conseguir o aval de uma supermaioria dos 27 proprietários das demais franquias da liga, e não demorou muito para que Spoelstra começasse a cortejar cada um deles.

De acordo com Jon, o carismático e poderoso Jerry Buss, antigo dono do Lakers, foi um dos apoiadores mais entusiasmados. Sendo assim, tudo indicava que, em 1993, o Nets passaria a se chamar Swamp Dragons.

Por que o projeto não se firmou?

O resultado da votação entre os proprietários foi surpreendente: 21 votos favoráveis e apenas um contrário a mudança. Todavia, essa é a parte mais curiosa de toda a história.

Isso porque o único voto contra o nome Swamp Dragons foi do próprio New Jersey Nets. David Gervain foi o responsável por barrar a ideia, já que havia um rodízio entre os sete proprietários.

Jerry Cohen, que fazia parte do “grupo dos 7”, confessou o temor que rondava a transição de identidade. “Como os patrocinadores se sentiriam ao patrocinar uma equipe chamada ‘Dragões do Pântano’?”, questionou.

“Olhando para trás, estou feliz por termos mudado de rumo. Seria humilhante para a liga. [..] Passamos por muitos momentos difíceis, mas conseguimos chegas as Finais. É esse o nome que você realmente quer nas Finais?”, concluiu Cohen.

Confira o conceito visual do New Jersey Swamp Dragons

Apesar da controvérsia, a ESPN resgatou esse verdadeiro tesouro perdido, graças a Tom O’Grady, ex-diretor de criador da NBA. Ao pesquisar antigos arquivos, O’Grady encontrou todos os uniformes, logotipos, desenhos de quadra, jaquetas e camisas de aquecimento.

Abaixo separamos tudo isso para você conferir mais detalhes sobre esse projeto tão inusitado:


Curtiu o texto? Aproveite e também siga o Fora no TwitterFacebook e Instagram!


Um comentário sobre “Você sabia? O Nets quase se chamou ‘Dragões do Pântano’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s