Não vi Magic Johnson, mas vejo Stephen Curry

Gênio (substantivo masculino): Indivíduo que possuí uma extraordinária capacidade intelectual. Talento; cuja aptidão ou extraordinária capacidade intelectual; dom.

Não podemos generalizar o termo gênio em nosso mundo contemporâneo. Mas, naturalmente, existem aquelas exceções que vemos de década em década. Verdadeiros fenômenos da natureza que utilizam determinado instrumento — como o esporte — para deixarem sua assinatura no mundo.

Pois bem, assistindo ao último jogo entre Golden State Warriors e Brooklyn Nets me deparei com uma destas exceções. Estamos falando, é claro, de Wardell Stephen Curry II — ou Stephen Curry, se preferir. Irmão do também jogador Seth Curry, e filho do ex-atleta Dell Curry, Steph é com todas as letras um verdadeiro gênio do basquetebol.

Os seus arremessos, a sua inteligência e o seu instinto impressionam tanto quanto suas avassaladoras estatísticas de arremesso. Mais que isto, Curry é o símbolo de uma nova NBA. Embora não seja tão gigante quanto seus adversários, ele é ágil o suficiente para arremessar sobre qualquer defensor da liga. Sua mecânica e manejo beiram a perfeição.

Assistindo ao jogo de ontem (16), pensava a cada arremesso: “Ele não vai acertar daí, tudo tem limite”. E lá estava Steph para me surpreender novamente, arremessando do logo do ginásio com extrema facilidade. E com isso, a vitória veio para o Warriors, diante do Nets, por 117 a 99. Não poderia ser diferente.

As demais superestrelas, James Harden e Kevin Durant, nem voltaram à quadra pois não havia o que competir. Foi a noite do camisa 30. 37 pontos, 7 rebotes, 5 assistências, 2 roubos de bola, 1 toco e 9 bolas de três convertidas. Esta foi apenas uma pequena demonstração de quem é Stephen Curry.

Dono de três anéis de campeão aos 33 anos de idade, seu altíssimo nível não parece diminuir e, com este importante triunfo contra um dos melhores times do Leste, o seu nome já se consolida no topo da briga para Jogador Mais Valioso da Temporada.

Comparações sempre vão existir, mas a verdade é que Stephen Curry é, de fato, um dos melhores armadores — e jogadores — de todos os tempos. Infelizmente não tive o prazer de assistir ao lendário Magic Johnson, mas devo dizer que minha geração não está mal servida na posição de Point Guard.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: